Buscar
  • diocesedenazare

Em Missa festiva, Padre Pedro comemora os 25 anos de seu ministério sacerdotal



Na noite de terça-feira, 11 de dezembro, o Padre Pedro Francisco do Nascimento comemorou os 25 anos de seu ministério sacerdotal com uma belíssima celebração que reuniu bispos, padres, diáconos, seminaristas, religiosos(as), autoridades, familiares, amigos e paroquianos. A Missa festiva aconteceu, às 19h30, na Praça do Espírito Santo, em frente à Igreja Matriz de Paudalho (PE), e foi presidida pelo próprio Pe. Pedro.

Concelebraram a Eucaristia o bispos Dom Francisco de Assis Dantas de Lucena (Diocese de Nazaré), Dom Jorge Tobias de Freitas (o bispo ordenante), Dom Severino Batista (Emérito de Nazaré), Dom Bernardino Marchió (Diocese de Caruaru) e Dom Limacêdo Antônio (Auxiliar de Olinda e Recife).


A homilia foi proferida pelo Bispo Diocesano, Dom Francisco Lucena, que falou, inicialmente, da alegria em comemorar o jubileu de prata presbiteral do Pe. Pedro Francisco. “Este jubileu acontece no jubileu centenário desta querida Diocese de Nazaré. Queremos, pois, com esta Eucaristia, elevar nossas vozes ao Céu para agradecer a generosidade dos pais do Pe. Pedro, José Francisco do Nascimento e Maria Severina da Silva, in memoriam, que ofereceram seu filho ao serviço de Cristo e da Igreja”, expressou.

Suas reflexões centraram-se na mística das “mãos sacerdotais”; mãos que iluminam, abençoam, curam e fortalecem. “Suas mãos foram solenemente ungidas e consagradas ao serviço de Cristo e da Igreja. Fisicamente, suas mãos continuam sendo suas. Mas Cristo as tomou para Si. Espiritualmente, elas passaram a ser Dele, para transmitir a Sua vida divina, abençoando, perdoando, consagrando o Corpo e o Sangue de Cristo”, declarou o bispo diocesano em seu discurso. (Confira a homilia na íntegra)


Para o Padre Pedro, esse foi um momento de grande renovação no seu chamado. “A celebração do meu jubileu de prata revestiu-se de uma grande solenidade. Foi um rejuvenescimento para a minha vocação, para o meu chamado. Tenho toda uma história de serviço a esta Igreja, e louvo a Deus por tudo isso! Eu vivo o meu ministério 24 horas por dia. E, enquanto Deus quiser, continuarei a fazer o Seu Reino crescer”, partilhou.

BREVE HISTÓRICO


Padre Pedro Francisco do Nascimento iniciou seu ministério sacerdotal no ano de 1993, na cidade de Surubim (PE), como vigário da Paróquia de São José e vice-reitor do Seminário Propedêutico Nossa Senhora de Lourdes. No ano seguinte, foi transferido para Olinda, onde assumiu a reitoria do Seminário Maior Nossa Senhora Rainha dos Apóstolos. Nesse período, como vigário paroquial, dava assistência, nos finais de semana, à Paróquia do Divino Espírito Santo, em Paudalho (PE), cujo pároco era o então padre Manoel Dos Reis (hoje bispo Emérito de Petrolina).

Em 11 de fevereiro de 1995, tornou-se pároco da Igreja Catedral, em Nazaré da Mata (PE), cargo que exerceu por 12 anos sucessivos. Durante esse tempo, edificou muitas capelas e comandou a construção do centro catequético da cidade. Além de organizar grandes concentrações alusivas aos 80 anos da Diocese de Nazaré (na época).

Em 2007, assumiu a paróquia de São Sebastião, em Surubim (PE). E em 2015, foi transferido, outra vez, para a Paróquia do Divino Espírito Santo, agora como pároco, onde está atualmente.

Ao longo desses anos, Padre Pedro também desempenhou algumas funções pastorais na Diocese de Nazaré: já foi coordenador da catequese (por 20 anos); cooperou com a revitalização da Obra das Vocações Sacerdotais (OVS); foi cerimoniário da Diocese; integrou o Conselho Presbiteral e a equipe de formadores dos seminários; além de professor da Escola Teológica Pastoral Nova Evangelização. Atualmente, é coordenador diocesano de Pastoral e apresentador do programa Testemunho de Fé.


346 visualizações

© 2016-2018 por Cúria Diocese de Nazaré.