Buscar
  • diocesedenazare

Dom Lucena administra Sacramento da Crisma a 100 adultos em Macaparana



No último domingo, 14 de outubro, o Bispo Diocesano Dom Francisco de Assis Dantas de Lucena administrou o Sacramento da Crisma a 100 adultos na cidade de Macaparana (PE). A Celebração Eucarística aconteceu, às 10h, na Igreja Matriz de Nossa Senhora do Amparo, e reuniu familiares e fiéis da referida comunidade paroquial.

Em sua Homilia, inicialmente, Dom Lucena fez menção às canonizações que aconteceram em Roma, na manhã do mesmo dia, e falou sobre santidade. "A canonização, durante o Sínodo da Juventude 2018, nos recorda a vocação à santidade de todo o povo de Deus. Todos nós somos chamados à santidade através do discipulado e da missão – cada um segundo a vocação recebida. Os santos são verdadeiros discípulos-missionários, especialmente pelo testemunho cotidiano da fé e do amor ao próximo. Este é o testemunho que todo crismado, toda crismada deve dar", afirmou.


Já no Rito da Confirmação, enquanto se acendiam a velas (em preparação para a renovação das promessas batismais), o Pastor Diocesano, dirigindo-se aos crismandos, animou-os: "Esta é a nossa missão: levar Jesus a todos os nossos irmãos e irmãs. Esta vela acesa é Cristo que ilumina a nossa vida". E mais adiante completou: "Agora as velas serão apagadas, mas vocês não! Vocês continuam sendo esta luz, que deve iluminar onde vocês estiverem e aonde vocês andarem", reiterou.

Antes da unção com o santo crisma, o bispo estendeu as mãos sobre os crismandos, realizando assim o gesto que desde os tempos dos apóstolos é sinal do dom do Espírito. Em seguida, foi realizado o gesto essencial do sacramento: a unção do santo crisma na fronte do confirmando. O óleo do santo crisma, que é usado para ungir o crismando, é consagrado na missa dos santos óleos (Quinta-feira Santa) pelo bispo diocesano, acompanhado por todo o seu clero.

No momento que o bispo unge o confirmando, ele diz as seguintes palavras: “Recebe, por este sinal, o Espírito Santo, dom de Deus”. Após esse gesto, o cristão está crismado e em sua vida se manifesta os efeitos do sacramento.

Em seus agradecimentos, Padre Christiano expressou sua alegria e ressaltou a importância de que todos estejam envolvidos com a vida e a missão da paróquia. "Como pároco, eu expresso a vocês meus parabéns pela caminhada. Este não é um ponto de chegada, mas de partida para a missão. Não se afastem da Igreja! Que a graça que vocês receberam neste Sacramento possa acompanhá-los no dia a dia, para que vocês possam testemunhar Jesus Cristo, sobretudo com a vida de vocês", encorajou-os.

O sacramento da Confirmação ou Crisma

Com o Batismo, nós já nos tornamos filhos de Deus. O sacramento da Crisma nos enraíza mais profundamente nessa filiação divina. Somos filhos no Filho, estando mais unidos a Cristo. Também nos vinculamos mais perfeitamente à sua Igreja e participamos mais ativamente de sua missão: o crismado é um soldado de Cristo, a sua testemunha. Para realizar essa grande missão, recebemos os dons do Espírito Santo, que na tradição da Igreja são sete: sabedoria, inteligência, conselho, fortaleza, ciência (ou conhecimento), piedade e temor de Deus.

A unção com o santo crisma simboliza o selo espiritual que o crismando recebe. Assim como no sacramento do Batismo, esse selo é indelével, ou seja, uma vez crismado essa marca fica para sempre na vida do cristão, mesmo que ele não pratique mais a fé. Essa “marca”, o selo do Espírito Santo que o cristão recebe quer manifestar que somos totalmente de Cristo e estamos ao seu serviço na extensão do Reino, fortalecidos pela graça do Senhor.

com informações do site A12


58 visualizações

© 2016-2018 por Cúria Diocese de Nazaré.