Buscar
  • diocesedenazare

Milhares de fiéis comemoram os 100 anos da Diocese de Nazaré


Solene Concelebração Eucarística foi presidida por Dom Giovanni d’Aniello, representante do Papa Francisco no Brasil


O dia 05 de agosto de 2018 ficará marcado na história e na memória de todos aqueles que participaram, ou mesmo acompanharam (pelos veículos de comunicação), da celebração festiva pelos 100 Anos de Vida e Missão da Diocese de Nazaré. Milhares de pessoas – entre fiéis leigos e leigas, religiosos(as), seminaristas e membros do clero – marcaram presença na solene concelebração eucarística do centenário e do encerramento do 1º Congresso Eucarístico Diocesano, que foi presidida pelo Núncio Apostólico Dom Giovanni d’Aniello, representante do Papa Francisco no Brasil. A Santa Missa aconteceu, às 16h, na Praça Papa João XXIII, em frente à Catedral Nossa Senhora da Conceição, na cidade de Nazaré da Mata (PE).


Participaram e concelebraram a Eucaristia, juntamente com o bispo de Nazaré Dom Francisco de Assis Dantas de Lucena, outros 12 Arcebispos e bispos de dioceses e arquidioceses que integram o Regional Nordeste 2 da CNBB: Dom Fernando Saburido (Arcebispo de Olinda e Recife), Dom Jorge Tobias (Bispo Emérito de Nazaré), Dom Severino Batista (Bispo Emérito de Nazaré-PE), Dom Limacêdo Antônio (Auxiliar de Olinda e Recife-PE), Dom Bernardino Marchió (Bispo de Caruaru-PE), Dom Genival Saraiva (Bispo Emérito Palmares-PE), Dom Manoel dos Reis (Bispo Emérito Petrolina-PE), Dom Matias Patrício (Arcebispo Emérito Natal-RN), Dom Jaime Vieira (Arcebispo de Natal-RN), Dom Antônio Muniz (Arcebispo de Maceió-AL), Dom Fernando Panico (Bispo Emérito do Crato-CE) e Dom Gabriel Marchesi (Bispo de Floresta-PE). Um momento de comunhão e unidade com a Igreja Particular de Nazaré.


Às 14h, muitas caravanas já começavam a chegar, advindas dos 35 municípios que compõem esta circunscrição eclesiástica. No rosto de cada um, o semblante agradecido e cheio de expectativas para a grande celebração do jubileu centenário desta Igreja Particular. Pryscila Milena, da cidade de Limoeiro (PE), revela que foi uma honra presenciar esse momento. “Uma celebração emocionante, em que estavam presentes os padres de todas as paróquias, além de bispos, arcebispos, e o Núncio Apostólico no Brasil. Pudemos, também, prestigiar o belíssimo coral, formado por representantes de cada comunidade paroquial. Para mim, foi uma honra participar desta grande festa. Tudo foi muito lindo!”, partilhou.


Às 15h30, antes do início da solenidade, toda a assembleia acolheu, com muita alegria, o Núncio Apostólico no Brasil, que chegou em cortejo, ao lado do bispo diocesano Dom Lucena, de Dom Severino, dos padres que formam o conselho presbiteral e do Comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar de Pernambuco. O cortejo chegou ao som da banda de música da Sociedade Musical Euterpina Juvenil Nazarena (Capa Bode), de Nazaré da Mata. Após reverência ao Altar, houve alguns pronunciamentos: do prefeito constitucional da cidade, Inácio Manoel do Nascimento; do representante do clero de Nazaré, Padre Severino Correia; e, por fim, representando o laicato, a senhora Maria Matias.

Na procissão de entrada, leigos e leigas ingressaram com bandeiras representando cada uma das 39 paróquias e 04 áreas pastorais desta Igreja centenária. Uma homenagem aos tantos homens e mulheres, neste ano do laicato, que se comprometem a ser sal da terra e luz do mundo neste território diocesano, com mais de 1 milhão de habitantes, que vai de Goiana (litoral) a Vertentes (Agreste), passando por Carpina e Itambé (Zona da Mata).

Inicialmente, o vigário geral Pe. Antônio Inácio (Paróquia de Nossa Senhora da Glória, Gloria do Goitá) leu a mensagem enviada pelo Papa Francisco à Diocese centenária. Em sua saudação, o Pontífice assegura sua estima e união espiritual, e partilha dos sentimentos de louvor e gratidão à Santíssima Trindade, que se elevam desse amado povo, “pelos incontáveis benefícios recebidos ao longo destes 100 anos de evangelização e consolidação eclesial, pela generosa ação de seus bispos, padres, religiosos(as) e leigos, que foram fiéis ao mandado recebido do Senhor: ‘Vós sereis minhas testemunhas’”.


Ao acolher oficialmente o Núncio Apostólico Dom Giovanni d’Aniello, o bispo diocesano Dom Francisco Lucena manifestou sua alegria e gratidão ao receber, na querida Diocese centenária, o representante do Papa Francisco. “Senhor Núncio, somos imensamente gratos por sua presidência nessa solene concelebração eucarística dos 100 anos de criação desta Diocese e o encerramento do nosso I Congresso Eucarístico Diocesano. Que alegria, que felicidade todos os diocesanos desta Igreja jubilar sentem no coração”, expressou – reafirmando a obediência e fidelidade da Igreja de Nazaré ao Sucessor de Pedro.


Durante sua homilia, o Núncio agradeceu a acolhida e o carinho de todos, e prometeu levar ao Pontífice o abraço e o testemunho de fé de uma Igreja viva. “Hoje, ver tanta gente aqui congregada, ao redor deste Altar, é, para mim, ainda mais, um momento de grande alegria e de fé. Estejam certos, todos, que vou dizer ao Papa Francisco que passei por Nazaré e encontrei ali uma linda comunidade. Eu vou abraçar o Papa em vosso nome”, disse. E animou: “Igreja de Nazaré, parabéns! Continua essa caminhada. Não fica cansada, porque caminhar no caminho de Cristo não cansa. Vou caminhar com vocês nas minhas orações, porque sei que vocês também caminham comigo na minha missão”, concluiu.

No ofertório, junto com o pão e o vinho, foram apresentados elementos que referenciavam a cultura e a realidade da Zona da Mata Norte Pernambucana, como os caboclos de lança (em alusão ao Maracatu), os cortadores da cana-de-açúcar, bem como alimentos típicos da região.

Todos os padres da Diocese de Nazaré receberam, nominalmente, das mãos do bispo diocesano, uma réplica da placa comemorativa dos 100 Anos. A original foi descerrada no interior da Catedral por Dom Giovanni d’Aniello, Dom Francisco Lucena e Dom Fernando Saburido. No encerramento da Missa, a bênção com indulgência plenária concedida pelo Núncio Apostólico a todos os fiéis.

Em suas últimas palavras, Dom Lucena reiterou seus agradecimentos a Dom Giovanni, a toda a equipe responsável pela Comissão do centenário, e motivou todos os diocesanos a se empenharem na construção de uma Igreja missionária. “Dom Giovanni d’Aniello, sua presença em nosso meio nos encoraja. Sentimo-nos fortalecidos na vida e na missão!”, expressou. E prosseguiu: “Devemos olhar para o futuro e saber que Deus nos chama a alcançar um crescimento cada vez maior. Que todos se sintam convidados a viver com fidelidade os compromissos batismais e abraçar o chamado à santidade, como uma igreja em saída, de portas abertas”, finalizou.


126 visualizações

© 2016-2018 por Cúria Diocese de Nazaré.